quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Artigo no The Wall Street Journal sobre a Bimby "Even in Straitened Times, Portugal Loves Its Bimby Cooking Robots"

The Wall Street Journal dedicou um artigo às vendas record da Bimby, em Portugal, onde diz que o robot de cozinha se tornou numa "obsessão" no país mais pobre da Europa Ocidental.

Desenho da Bimby
Bimby

Deste artigo destaca-se que a Vorwerk prevê que no final de 2014, 8% dos portugueses deverá ter uma Bimby em casa; Novembro foi o mês em que mais Bimby's se venderam desde que a empresa entrou em Portugal, há 13 anos: 5.077 unidades e ainda refere que se registaram vendas recorde nos últimos 3 anos, apesar da Bimby custar "duas vezes o salário mínimo mensal" em Portugal.
No último ano registaram-se a venda de 35.000 Bimby's em Portugal, enquanto que no mesmo ano apenas se venderam 22.000 iPads em Portugal.
Venderam-se 35.000 cópias da revista Bimby "Momentos de Partilha", mais que as vendas da revista icon da moda, a Vogue edição portuguesa.
No Facebook, a Bimby tem mais de 100.000 likes, enquanto que a banda portuguesa mais conhecida, os Xutos e Pontapés, apenas têm 83.000 likes.
Nem o aparecimento da Yammi, que custa menos de 400€, implicou uma queda no volume de vendas da Bimby, que custa perto de 1000€.

"A sua popularidade pode parecer surpreendente num país que quase entrou em ‘default' em 2011 e que teve de aceitar um doloroso ajuste orçamental em troca de um resgate internacional", escreve o Wall Street Journal.

Leia o artigo integral no The Wall Street Journal.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...